Skip to content

Uma história bonita

7 maio, 2010

Ter um familiar portador de Distrofia Muscular de Duchenne é ser abençoado em muitos sentidos: oportunidade de aprendizado, desenvolvimento de valores, fortalecimento de laços familiares e muito mais.

Por outro lado, usufruir de todas essas alegrias requer empenho, escolhas e, algumas vezes, renúncia, envolvendo todos os membros da família.

E essa tem sido nossa caminhada com nosso Pedro, hoje com 22 anos e formado em Jornalismo.

Durante esse longo percurso – pontuado por vitórias e derrotas – pudemos conhecer o pior e o melhor do ser humano.

Hoje, mais uma vez, foi uma daquelas raras ocasiões em que nos deparamos com o que, por vezes, pensamos não mais existir: o gesto de amor ao próximo gratuito, vindo de pessoas estranhas.

Por ocasião da graduação do Pedro, a parte comemorativa seguiu a tradição familiar de optar pelo essencial: participação apenas na cerimônia de colação de grau (já uma grande conquista, no caso dele!); nada de baile, buffet ou álbum de fotografias, cujos custos não cabem num orçamento que sempre priorizou a o tratamento e a qualidade de vida do Pedro.

Ainda assim, por solicitação dos colegas da turma, que faziam questão de guardar uma lembrança com o Pedro, ele participou da sessão de fotos para o álbum.

Alguns meses depois fomos procurados pelo representante do Estúdio Roberto Machado – senhor Barbosa – para apresentação e oferecimento do trabalho. Elogiamos o belíssimo resultado que, a nosso ver, valia cada centavo do valor proposto, mas agradecemos a visita e explicamos a ele a “política familiar” de prioridades financeiras, que nos impedia de adquirir o álbum.

Já havíamos passado pela mesma situação três anos antes, quando da graduação do Lucas – irmão do Pedro – e pelo mesmo motivo. Então, apesar de pesarosos, não pensamos mais no assunto.

Dessa vez, porém, ainda tínhamos alguma coisa a descobrir sobre o que de melhor existe nas pessoas. E essa descoberta veio através do gesto de solidariedade, empatia e amor ao próximo do Estúdio Roberto Machado e do senhor Barbosa: o álbum foi dado ao Pedro como brinde!

Aprendemos hoje que o valor de um presente pode superar, e muito, seu custo financeiro. Para nós, o valor desse álbum, além de guardar a recordação fotográfica de uma importante conquista do Pedro e de todos aqueles que contribuíram para isso, carregará para sempre a lição de que, mesmo num mundo dominado por anti-valores, ainda é possível o exercício das relações humanas espontâneas, fraternas e desinteressadas.

Não sei se teremos, um dia, a oportunidade de retribuir o nobre gesto ao Estúdio Roberto Machado ou ao senhor Barbosa, mas desejo, de coração, que eles recebam em bênçãos e realizações, por toda sua vida, todos os bônus a que fazem juz por seu belíssimo exemplo.

Anúncios

From → Geral

2 Comentários
  1. Regina permalink

    Querida Rosana, fiquei sensibilizada com ato de amor-doação praticado pelo Sr. Barbosa. Pedro é uma pessoa prá lá de ESPECIAL e merece sempre muito mais!
    Compreendo ainda que DEUS foi mais que um Pai para com sua família; presenteou a todos com a presença desta pequena-grande MULHER, MÃE MARAVILHOSA e AMIGA. Saudades, prima Rê

  2. MARGOT permalink

    Rosana,
    Mais uma história linda na vida de vocês, um beijo para o nosso jornalista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: