Skip to content

De como não olhar PCD´s: o fato e a reflexão

5 junho, 2011

O FATO:

Na última quinta-feira – dia 2 de junho de 2011 – meu filho Pedro, portador de Distrofia Muscular de Duchenne, foi encontrar uma amiga no recém inaugurado Shopping Norte Sul Plaza, que fica próximo à nossa casa.

Após lancharem na praça de alimentação, Pedro pagou a despesa, despediu-se da moça, que foi embora e, em seguida – como de costume – ligou para o pai pedindo que fosse buscá-lo.

Já próximo à saída combinada com o pai – mas ainda dentro do Shopping, foi abordado por um rapaz que o ameaçou, apontando um canivete disfarçado pelo espaço do apoio de braço da cadeira de rodas e solicitando o dinheiro. Pedro explicou a ele que não conseguia pegar a carteira sem ajuda mas, sem outra alternativa, deixou que o próprio assaltante retirasse as cédulas (R$ 110,00 ao todo), o que foi feito tranquilamente pelo bandido. Antes de afastar-se ele jogou a carteira de volta sobre o Pedro e recomendou que ele não se voltasse para observá-lo.

O pai do Pedro chegou poucos minutos depois para buscá-lo mas, ainda assustado, só durante o trajeto para casa ele relatou o ocorrido.

Chegando em casa, tentamos acessar o site do Shopping para relatar o fato, mas, surpreendentemente, o site não possui nenhum link para contato.

Ontem, dois dias depois, voltei lá para fazer compras e avistei um funcionário identificado como segurança. Abordei-o e relatei a ocorrência, chamando a atenção para o fato de que não há câmeras de segurança no Shopping, o que facilita este tipo de ação.

Gentilmente o funcionário anotou meu nome e telefone, desculpou-se em nome da administração e disse que passaria a informação para os responsáveis que, provavelmente fariam contato.

Hoje cedo recebemos um telefonema de um funcionário que identificou-se como Chefe da Segurança e pediu detalhes do acontecimento.

Após ouvir o relato, iniciou explicando aquilo que os frequentadores já puderam observar in loco: o Shopping inaugurou sem estar totalmente concluído. Respondemos que, independente disso, câmeras de segurança deveriam ser prioridade, pois a segurança é um dos diferenciais dos Shoppings.

E foi nesse momento, em que esperávamos ouvir um pedido de desculpas, ou um compromisso de empenho para a breve instalação das câmeras, ou até mesmo um agradecimento pelo alerta, pela possibilidade de corrigir falhas e evitar propaganda negativa que, para nossa surpresa, passamos a ouvir “justificativas” do tipo: “ah…mas ele é deficiente físico e estava sozinho, né?…deficientes físicos devem estar sempre acompanhados…” e mais “…então a moça que estava com ele foi embora antes e o deixou sozinho no momento do assalto?…” e pior ainda (já falando diretamente com o Pedro) “….por que você não gritou por socorro?….”

A REFLEXÃO:

Não sei em que academia o Chefe da Segurança foi capacitado, mas até onde sei não se deve reagir ou chamar por socorro enquanto se está na mira de uma arma (no caso, um canivete apontado para as costelas).

Também causa estranheza a sugestão de transferir a responsabilidade pela segurança do Pedro para sua acompanhante que, no entendimento do funcionário, se ainda estivesse presente, deveria a moça defendê-lo do bandido e evitar o assalto.

Mas o pior foi a afirmação de que, por ser deficiente físico, Pedro não deveria jamais estar desacompanhado!

Ainda tive o cuidado e a paciência de explicar a ele que Pedro já é um homem de 23 anos! É jornalista formado e leva uma vida social normal para um jovem da idade dele, sendo que sua deficiência é apenas física, o que absolutamente não faz dele uma pessoa incapaz ao ponto de precisar de tutela ou acompanhamento constante, nem lhe tira o direito à vida social independente.

De repente, por ser deficiente físico, estar sozinho no momento do roubo e não ter pedido socorro; de vítima, o Pedro passou a ser – na visão do Chefe da Segurança (!) – culpado pelo assalto que sofreu!

Este lamentável episódio me fez pensar no olhar equivocado que boa parte da sociedade ainda tem em relação a Pessoas com Deficiência-PCD´s. Sempre esperando que, por sua condição, devem resignar-se a uma vida diferente, mais restrita, mais dependente, menos cidadã.

Tantos anos e tanta evolução histórica nos separam dos antigos espartanos mas, no que se refere a PCD´s, parece que ainda estamos a pouca distância do costume de lançar os imperfeitos de um penhasco.

E o pior é que, em Esparta, a barbárie ainda podia ser justificada pela sobrevivência do grupo, devido à  falta de logística e tecnologia da época.

Já nos dias atuais, “as conclusões” e a postura do Chefe da Segurança do Shopping só podem ser resultado de falta de informação e formação, claro. E falta de informação, na era da informação, é, no mínimo, questionável.

Até quando?….

Anúncios

From → Geral

38 Comentários
  1. Mariana Petit permalink

    Realmente é VERGONHOSO a mentalidade dessas pessoas. E ainda mais triste é ouvir isso de alguem chefiado de uma hierarquia distante dos demais endinheirados e possibilitados de atuar na cidadania para todos. Triste, e no mínimo é necessário divulgarmos isso para os 4 cantos do brasil e do mundo. No que precisar, estarei ao lado de vcs nessa divulgação!
    😉

  2. Gabe Fasolo permalink

    Cada vez que eu vejo um episódio desse acontecer fico mais indignada com a forma que as pessoas responsáveis – pelo menos deveriam ser de fato – tratam a situação. Com maior desprezo jogam a culpa nos outros setores, ou como foi o caso na própria vítima, e pior ainda, tentando justificar que isto só aconteceu porque o Pedro é deficiente físico.

    Concordo contigo Dona Rosana, até quando?….

    • Rosana permalink

      Pois é, Gabe. Nem parece que estamos no século 21. Obrigada pela divulgação.

  3. Meu total apoio ao Pedroka! É muito triste ver que locais que procuram estampar “modernidade” e “progresso” estão mais atrasados que a idade da pedra! Parece até que eu já previa algo do tipo. Quando a Mariana veio nos visitar, o Pedro queria que nos encontrássemos nesse Shopping e eu recusei preferindo que fosse na casa dele mesmo – pois achava (agora tenho certeza) muito falha a segurança daquele shopping (tendo em mente os assaltos ocorridos desde a abertura do Super Mercado Forte).

    • Rosana permalink

      Bem lembrado, Leonardo! O Fort Atacadista já tinha sido assaltado logo após a inauguração. Deveria ter servido de alerta pra eles.

  4. pedro farias permalink

    Lamentável esse fato Rosana, esses dias foi na loja Americana e agora no Shopping, recem inaugurado, até quando teremos que conviver com essas inseguranças e falta de conhecimento em relaçao aos PCD’s.
    Pedro

    • Rosana permalink

      E não é por falta da gente lutar pra viver uma vida normal!

  5. Lilian permalink

    Atos de covardia se equiparam entre bandidos e chefes de segurança: os primeiros por atacarem pessoas totalmente incapazes de defesa; e os segundos por , ao invés de assumirem suas falhas e se esforçarem para corrigi-las, cumprindo assim com a função para a qual foram designados,as transferem para outrem , no caso , a vítima e demais envolvidos na ação. Isso é lamentável!
    Tentemos ainda acreditar na coca-cola : os bons são a maioria…

    • Rosana permalink

      é verdade, Li. Essas manifestações de apoio é que nos fazem continuar crendo que o bem ainda existe. Tbm adorei essa propaganda da coca-cola!

  6. TELMA permalink

    é um absurdo!
    não podemos nos calar diante destes fatos. pois assim, de grito em grito iremos nos impondo e exigindo o respeito que merecemos como cidadãos.
    Infelizmente está comum eles nos tratarem assim… SOMOS VÍTIMAS DE ATITUDES BÁRBARAS E ELES QUEREM NOS MOSTRAR à SOCIEDADE COMO VILÃOS!
    Não nos possibilitam acessibilidade, nos discriminam… barreiras e mais barreiras e ainda pensam e dizem que estamos querendo muito!
    temos que exigir respeito às nossas diferenças e cada vez que acontecer um fato de desrespeito conosco temos que exigir os nossos direitos e não podemos ficar calados de maneira nenhuma . pois os nossos deveres enquanto pessoas com deficiência estamos cumprindo, com muito sacrifício, mas estamos cumprindo.
    vamos destruir a ignorância daqueles que não nos respeitam!
    se este fato é cultural… Informação para eles!

    Sempre na luta pela acessibilidade e para que respeitem as diferenças!

    a propósito, parabéns e obrigada. o blog é super acessível para pessoas cegas.
    Telma Nantes

    • Rosana permalink

      Você sabe bem do que fala, porque já passou por isso, né, Telma? Obrigada pelas palavras de incentivo!

  7. Naelson Ferreira permalink

    Ro e Pedro,
    É lamentável!!!
    Só faltou o segurança falar que Pedro deveria dar graças a Deus por estar vivo.
    Como falou a Telma, não podemos nos calar.
    Quando um fato como este acontecer, temos que fazer BO, levarmos ao conhecimento das autoridades e principalmente da imprensa.
    Não sei como o Poder Público autorizou a construção de uma obra com tantas irregularidades com relação a acessibilidade, obstáculos (lâmpadas nas estreitas calçadas atrás da Lojas Pernambucanas), poucas vagas para pessoas com deficiência, falta de sinalização visual e tátil.
    No estacionamento do supermercado existe uma placa na cor vermelha (cor não autorizada internacionalmente para tal placa).
    Com relação à calçada no fundo da Lojas Pernambucanas, o Ministério Público deve ser acionado.
    Não podemos nos calar.
    Força Pedro e Rosana.

    • Rosana permalink

      Concordo e já tinha registrado estas questões de acessibilidade. Inclusive, já conversei com Milena, do IAB MS e CREA MS sobre isso. Ela ficou de agendar uma reunião com a administração do Shopping para falarmos sobre o assunto, reforçando até o alerta para a necessidade de acessibilidade adequada nos cinemas, que ainda não estão prontos.

  8. Guto permalink

    Realmente lamentável a mentalidade daquele que se denomina “chefe” de segurança, e até mesmo do estado em que se encontra a nossa sociedade, onde a ganância e o dinheiro falam mais alto que a saúde, segurança e bem-estar do cidadão de bem, seja ele deficiente ou não!
    Complicado!

    • Rosana permalink

      É verdade…nossa sociedade carece de educação em valores morais.

  9. ÉDILA DAMAS permalink

    OLÁ PEDRO
    SOU MÃE DO PEDRO EMILLIO, MEU FILHO TEM 7 ANOS E TEM DISTROFIA MUSCULAR DE DUCHENNE. ESTOU IRRITADA COM TUDO ISSO. ESTOU DIVULGANDO ESTA MENSAGEM AOS 4 CANTOS, PRECISAMOS NOS UNIR PARA TER QUALIDADE DE VIDA EM QUALQUER LUGAR.PODE CONTAR COMIGO PARA QUALQUER COISA.
    PEDRO, TUDO DE MARAVILHOSO PARA VOCÊ

  10. Jair Damasceno permalink

    Rosana e Pedro.
    Lamentável, triste e revoltante.
    Isso tem que ganhar repercussão por ser aquele um em que tudo está voltado para o faturamento, recém-construido(parece-me que inacabado) e que é um natural atrativo para a comunidade. Impensável que tenha obtido o “Habite-se” sem que elementos essenciais como câmeras de segurança não tenham sido instaladas.
    Pior é o aspecto humano, o “tratamento” que as pessoas, lamentavelmente a maioria, dão às questões de diferenças, por pura ignorância.

    Abração solidário.

    • Rosana permalink

      Oi Damassa! Você sabe bem o que é o tratamento desumano com as diferenças, meu amigo! Que bom ter alguém bacana como vc nos apoiando. Obrigada!

  11. Mônica Abreu permalink

    Do bandido não esperamos respeito, pois seus atos já ferem os direitos de qualquer pessoa… mas do “chefe” de segurança, esperávamos no mínimo o reconhecimento das falhas e a compreensão do ocorrido, não só para demonstrar seu respeito, mas para diante disso, tomar medidas para evitar novas ocorrências. Pela forma como trataram o fato, parece que os responsáveis vão continuar ignorando as irregularidades e, portanto, seus clientes.
    Há pessoas que se esquecem que elas mesmo têm suas limitações, e que qualquer um pode vir amanhã a se tornar um portador de necessidades especiais, ainda que apenas por um período. Também registro aqui minha indignação e apoio, não podemos nos calar!
    Abraço!

    • Rosana permalink

      Ao procurar a segurança do Shopping e relatar o fato a intenção era, mesmo, contribuir para evitar novas ocorrências! Obrigada pelo apoio, Monica.

  12. Realmente é muito lamentável o que aconteceu e o pior é o Shopping que contrata de pessoas tão despreparadas para assumir um cargo de extrema responsabilidade. Conheço o Pedro da faculdade e realmente é um absurdo este ocorrido, ele não melhor nem pior que ninguém, todos nós merecemos um tratamento igual. Dou razão ao seu desabafo. Já que não se pode fazer nada o melhor é falar mesmo, desta forma muitas terão acesso a isso. Vou compartilhar no face também!!!!

    • Rosana permalink

      Realmente o despreparo da segurança assusta! Valeu pela divulgação, Robson.

  13. Amiga Rosana nós lutamos tanto para que nossos filhos conquistem a independência, e nos deparamos ainda com uma sociedade retrógrada, que acredita que um jovem com deficiência física não tem autonomia ao ponto de necessitar de acompanhante para aguardar seu pai chegar. Mas vamos investir na informação é necessário! Bja Rosana Queiroz

    • Rosana permalink

      Pois é, Rosana. Quando a gente pensa que já viu de tudo….

  14. Joaquim Basso permalink

    Lamentável e vergonhoso.

    Além de tudo o que falaram acima, gostaria de acrescentar algo ao que o Naelson Ferreira já mencionou, a respeito do que deve ser feito agora, diante dessa infelicidade.
    Penso que a primeira coisa que deve ser fazer é um boletim de ocorrência na Delegacia da região. O BO é a prova oficial do ocorrido e a provocação para que o Estado tome as providências cabíveis. Sem BO, o Estado fica sem “saber” o que ocorreu e nada pode fazer.
    Em segundo, como o Naelson Ferreira também disse, acho que é importante procurar a imprensa, visto que o fato é digno de ser noticiado em nossos jornais (que noticiam coisas bem menos importantes), que não há notícias na mídia sobre essa insegurança do novo shopping, e, ainda, que isso pode conclamar a força da opinião pública, garantindo a relevância devida às providências que devem ser tomadas.
    Em terceiro, acho que o que deve ser procurado é a administração do Shopping – e não a empresa de segurança, provavelmente, uma terceirizada, que sempre buscará afastar sua própria culpa. Os administradores do shopping têm máximo interesse em que seu empreendimento seja seguro, caso contrário nós, consumidores, iremos ao Shopping Campo Grande, no qual nenhum assalto foi relatado recentemente (pelo menos, que eu saiba).
    Infelizmente, essa violência absurda, que é um roubo de uma pessoa com deficiência, já ocorreu. Acho que agora, algo preciso ser feito para que isso não se repita.

    • Rosana permalink

      Importante sua visão, Joaquim. Até porque é a visão de um advogado. Na verdade, concordo com tudo e até já tinha tentado contatar a administração pelo site, o que acabou sendo inviável pela falta do link para contato. Mas ainda vou buscar forma de fazer isso no local; até como mais um ato de “política de boa vizinhança” de nossa parte. Aliás, essa questão da falta das câmeras e do despreparo da segurança ameaça também os lojistas – que são investidores – e a própria administração, enquanto empreendedores. Obrigada!

  15. Fernanda Maymone permalink

    Rosana.
    Infelizmente a desinformação e o desrespeito anda juntas. Enquanto nos indignarmos com esses tristes fatos e protestarmos por providências, ainda há esperanças que em algum momento possamos ser ouvidos. Não podemos nos calar nunca.
    Obrigada por ser mais uma voz.

    • Rosana permalink

      Eu que me sinto honrada com tantas vozes me apoiando! Obrigada e conte sempre comigo!

  16. Mayara permalink

    Rosana, pode esperar. Nós vamos fazer um barulho maior com isso tudo. Minha mãe encaminhará seu texto para a OAB/MS. Espero que dê mais uma força para esse episódio, realmente, lamentável.

  17. Milena Adri permalink

    Rosana,
    Estou pasma com a falta de respeito, responsabilidade e de capacitação de um ser humano que ainda tem um cargo de chefia, ainda mais, chefia de “segurança” de um shopping. É realmente um absurdo! Amanhã vou conversar com o pessoal da administração, se me permite gostaria de levar essa questão que aconteceu com o Pedro bem como as irregularidades que foram levantadas pelo Naelson, (obstáculos, lâmpadas nas estreitas calçadas atrás da Lojas Pernambucanas, poucas vagas para pessoas com deficiência, falta de sinalização visual e tátil).
    Como sabemos, o shopping não está terminado, assim acredito que ainda podemos dar nossas sugestões para melhorias da acessibilidade de toda a edificação, bem como fazer com que elas sejam atendidas. E se não forem, tomaremos as providências necessárias. Se tiverem mais alguma sugestão que ainda possa ser alterada no shopping me avisem por favor. No que puder, ajudaremos.

    • Rosana permalink

      Puxa, Milena! Isso seria excelente! Até porque, antes de falar com a segurança, tentei contatar a administração, mas o site do Shopping não tem link para contato (o que já é inadequado, pois site é veículo de interação e comunicação) e no local não há nenhuma sinalização indicando um espaço ou uma sala de administração. O que pude fazer no dia foi mandar um e-mail para Milze, que é lojista, solicitando que ela informasse a administração. Depois, voltando lá, encontrei um dos supervisores da segurança (esse primeiro funcionário muito gentil e consciente, bem diferente de seu chefe) e o resto da história você já sabe. Na verdade, até podemos entender que o Shopping foi inaugurado antes de concluído por questões de prazos, multas, etc…Mas há que se priorizar o que é fundamental; no caso da segurança, as câmeras, pois a falta delas ameça não só os clientes, mas também os lojistas e funcionários. Afinal, o conceito de Shopping é justamente praticidade, conforto e segurança! Obrigada pela iniciativa!

  18. Sheila Vasconcelos permalink

    Rosana, tomara que a direção deste shopping tenha acesso a seu post e comentários, quem sabe assim possam ter pelo menos vergonha pela falta de sensibilidade e profissionalismo.
    Um beijo, Sheila (Salvador-Ba)

    • Rosana permalink

      Finalmente, ONTEM, cinco dias após o ocorrido, recebi um telefonema da Daniela, Assessora da Administração do Shopping, para saber detalhes. Diferente do Chefe da Segurança, ela mostrou-se sensível e aberta, inclusive declarando que as informações contribuirão para que o Shopping aprimore condições de frequencia dos clientes, principalmente, segurança. Apesar de tudo, é uma boa notícia, pois sempre é tempo de mudar e melhorar! Obrigada e bjs!

  19. Bom Dia Rosana! Sou a mãe do Thiago, amigo do Pedro.Fiquei tão sensibilizada com esse acontecimento tão lamentável – tanto pela violência sofrida pelo Pedro em relação ao ladrão, mas principalmente pela violência verbal e de pensamento medieval vinda dos responsáveis pela segurança do local. Eu também estou divulgando o fato ocorrido como posso, é um a forma de não ficarmos e nem nos sentirmos tão inúteis diante dessa bárbarie. Bjos poéticos!
    Sandra Andrade

    • Rosana permalink

      O Thiago é um amigo querido em nossa casa! Agradeço seu apoio e a divulgação, que já já se mostrou eficiente, pois como acabei de relatar à Sheila, já houve manifestação da Assessoria da Administração do Shopping. Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: